REDES SOCIAIS

Blog

16.09 11
COMENTÁRIO(S)

Entrevista: tudo é subterfúgio para uma canção

lein_1316196042.jpg

Lenine se apresenta em no dia 23 e 24 em Ipatinga. E deu uma entrevista ao jornal da cidade em que falou sobre o show e também sobre o processo de criação. Selecionamos alguns trechos.

Como é seu processo de criação?
Tem a ver com o momento. Aquilo que te comove e emociona. As coisas do cotidiano abrem janelas e percepções. Isso termina materializado em forma de canção. O que faço é como o jornalismo. Continuo sendo um cronista. Minha ferramenta é a palavra e o veículo, a música. Vejo e leio muito mais do que ouço. É pelo olhar que capto elementos para compor. Geralmente estou sempre em estado de alerta. Tudo pode ser subterfúgio para uma canção.

Nos dias de hoje em que todos são bombardeados com muita informação até na música, a palavra por vezes fica esvaziada. O que você acha disso?
Descobri que você pode ter liberdade de só fazer o que dá prazer. O público percebe isso. Acho que sempre foi assim. Existe música para dançar, entreter, pensar. Esses nichos são bem diferentes. Quero que a minha música seja para as pessoas dançarem, mas também pensarem o que estão fazendo aqui.

Quando você iniciou sua carreira teve que sair do Recife. Hoje a internet encurta distâncias e ajuda a lançar novos talentos. Se fosse hoje, você sairia de Recife? Qual sua opinião sobre música e internet?Hoje eu não precisaria sair de casa, graças a todos os deuses digitais. O Brasil precisa se conhecer. Enquanto tudo estava polarizado no eixo Rio-São Paulo o Brasil não se conhecia. Hoje todos sabem o que é o Boi de Parintins, há 20 anos ninguém sabia. Estamos passando por um processo de autoafirmação. Para isso é preciso se conhecer. Hoje não é preciso mais o êxodo e isso vai nos fortalecer como nação. A geração mais nova não precisa sair. Ela pode descobrir maneiras de permanecer no lugar, fazendo com que seu trabalho seja uma ferramenta de mudá-lo. Se a internet facilita, por outro lado, a arte não vai mudar nunca. Ela é, na essência, objeto de desejo. Meu filho de 17 anos, acostumado a baixar músicas para ouvir em MP3, sempre pede que eu compre algum disco quando faço viagens internacionais, por exemplo. O garoto é fruto dessa digitalização, dessa terra de ninguém que é a internet. Mas ainda existe o desejo de ter. Isso é arte. Mudam só os veículos. E hoje vemos que o que antes era peça de museu, como o vinil, está na moda.

Falando na sua terra natal, como você avalia a nova geração de compositores do interior do Brasil?
Estamos bem nisso. Temos várias gerações novíssimas em seus lugares de origem misturando o contemporâneo com o regional, dando um toque de híbrido saboroso. Isso acontece indiscriminadamente. Pela minha trajetória, as pessoas depositam em mim uma confiança muito grande. Recebo de 30 a 40 discos por mês e não dá tempo de ouvir tudo. Mas afirmo que temos muita coisa boa.

Para ler a entrevista completa, clique aqui

DEIXE SEU COMENTÁRIO
Comentário

11 COMENTÁRIO(S)
Alexandre Pontes de Oliveira

Lenine é genial. Lenine é o cara.

5 anos atrás

Deborah Albuquerque

Tô c/ Alxandre Pontes e n abro!! Lenine é o q há d bom!!! :D

5 anos atrás

Letícia Parada

Showzaço lindo ontem no HSBC !!!!! Despedida é ruim, mas é bom !!! Agora que venha o chão!!! E hj tem mais ! :P

5 anos atrás

Celso

Espero que esse Chão atravesse o Atlântico rumo à Portugal, assim que suas asas começarem a voar. Já estou à espera do show, seja na Casa da Música, no Aula Magna ou até mesmo aqui em Coimbra, no TGV. Sei que nunca nunca deu um concerto aqui, então fica a dica. E se precisar de um anfitrião...:) Olha que já fui anfitrião do Chico César em 2004, é só perguntar a ele. hahaha

5 anos atrás

Sibelle Lessa

Lenine o MAXIMO! SALVE, SALVE! ÃO!

5 anos atrás

Alexandre Caxito

Leninee!!!Depois dessa ótima novidade, prepare um DVD Elétrico para nós...com todas as canções de direito!!!!!!

5 anos atrás

jefferson

incrivel! irreverente! surpreende! surpreendente!

5 anos atrás

Gabriel Novais

Lenine estive em seu show 18/09 em Santana de Parnaíba, excelente já admirava seu trabalho vendo ao vivo melhor ainda! Volte mais vezes. Nós Parnaibanos setiremos falta de show de tamanha qualidade.

5 anos atrás

Nary Farias

Lenine... Ansiosa por tua chegada e de seu pessoal, aqui no Vale. Evoé! o/

5 anos atrás

Mónica

Lenine & banda: escribo desde Montevideo- Uruguay. Los esperamos en abril !!! ansio con ganas el volver a encontrarme con los hermosos sonidos que Lenine y banda transmiten!

5 anos atrás

silvia

Adoro Lenine!!! Um show aqui na Ilha do Mel seria reviver um sonho ...

5 anos atrás