REDES SOCIAIS

Blog

30.11 3
COMENTÁRIO(S)

Lenine comanda mutirão de replantio em mangue na Baía de Guanabara, em Guapimirim

leninecarbonear

Área de preservação ambiental é conhecida como “berço da vida” da baía e foi escolhida para receber a ação “Carbonear”

Projeto neutraliza o impacto ambiental da produção de seu último disco, Carbono, e tem certificação do selo PRIMA

Mudas de mata atlântica serão replantadas no dia 4 de dezembro na APA de Guapimirim, numa parceria entre o projeto Carbono, do cantautor Lenine, e o projeto Uçá, da ONG Guardiões do Mar. Administrada pelo Instituto Chico Mendes (ICMbio), a região é conhecida como berço da vida da Baía de Guanabara.

“O manguezal é onde a vida e a morte andam de mãos dadas. É onde se cria, onde o podre gera nova vida, onde grande parte de uma fauna marinha vem pra desovar, pra se alimentar. É o berço de tudo e é fundamental a gente entender esse bioma, porque ele está acabando” – explica Lenine, que batizou a iniciativa de “Carbonear”, em referência ao seu último projeto musical, Carbono. A ideia é realizar o plantio para neutralizar o impacto ambiental da produção do álbum, e ainda incentivar uma corrente do bem com o plantio de mudas pelo público. O cálculo foi feito pelo PRIMA (Projeto de Reflorestamento Integrado da Mata Atlântica).

Além de cantor e compositor reconhecido internacionalmente, vencedor de cinco Grammys latino e diversos prêmios pelo Brasil e pelo mundo, Lenine é estudioso de botânica e colecionador de orquídeas. Sua simbiose com o mar e a floresta vêm da época do ginásio, sobretudo quando começou a mergulhar ao lado de Cesar Coelho – que seria, mais tarde, um dos fundadores do Tamar – projeto de proteção às tartarugas marinhas.

Ao longo de seus 32 anos de carreira, Lenine se engajou como colaborador de grupos como o SOS Mata Atlântica, Witness (ao lado do músico e defensor dos direitos humanos Peter Gabriel), ONU (como um dos embaixadores das metas do milênio através da Radio Everyone), Rain Forest Alliance, ONU, WWF, Projeto Albatroz Brasil, Orquestra Sinfônica Heliópolis, Movimento Pró Criança, Coordenadoria Ecumênica de Serviço (Cese), campanha Ser Diferente é Normal, Instituto Metasocial, entre outros.

Natural de Recife, Pernambuco, Lenine tem uma relação íntima com o Mangue. Vivendo no Rio há mais três décadas, o artista é um apaixonado defensor dos biomas locais. “As pessoas não têm a mínima noção de que dentro da Baía de Guanabara, dessa ‘boca banguela’, que dependendo do lugar onde se vê tudo está poluído, ainda tem um bolsão como esse. É fundamental a gente preservar isso” – diz o cantautor, que percorreu as cinco regiões brasileiras em 2013 conhecendo os trabalhos de mais de 70 ONGs. A empreitada rendeu o livro “Encontros Socioambientais com Lenine: Música e Sustentabilidade numa só nota” – cujo conteúdo está disponível também no site www.encontrossocioambientais.com.br

Sobre o Projeto Uçá

O projeto, que conta com o patrocínio Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental, já reflorestou  8,7 hectares (87.000 m2) de mangue e está trabalhando para reflorestar 9,0 hectares (90.000 m²). O reflorestamento é feito através de parceria com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, (ICMBio), através da APA de Guapimirim, e da Estação Ecológica da Guanabara. A parcerias incluem ainda a Estação Ecológica de Carijós em Florianópolis, onde um trabalho de educação ambiental preventiva está sendo realizado naquela cidade além de parceria com a  Cooperativa Manguezal Fluminense, dentre outras.

O Projeto Uçá também leva Educação Ambiental a escolas em oito  municípios da bacia contribuinte da Baia de Guanabara:  Niterói, São Gonçalo, Itaboraí, Magé, Guapimirim, Cachoeiras de Macacu, Petrópolis e Teresópolis. Também atua com pesquisas de costões rochosos na Baía de Guanabara acompanhando o desenvolvimento das espécies.

DEIXE SEU COMENTÁRIO
Comentário

3 COMENTÁRIO(S)
SIBELLE LESSA

Lenine, venha para a nossa Chapada Diamantina..

2 anos atrás

rita de cassia menezes dos santos

Olá!!! Estou indo morar um Guapi e tenho vontade de ajudar a preservar a natureza.

2 anos atrás

Erli

Horário? Local exato? Multidão com quem quer replantar também (qualquer pessoa) ou apenas colaboradores do Uçá ?

2 anos atrás