REDES SOCIAIS

Blog

30.09 0
COMENTÁRIO(S)

LENINE NO FLOR ATLÂNTICA

Celebrando a capacidade de renovação e a beleza da primavera, FLOR Atlântica, Festa Livre Ornamental do Rio, chega a Vassouras e Sacra Família do Tinguá, distrito de Engenheiro Paulo de Frontin, de 12 a 16 de outubro, com o tema “Floresta, Matriz Brasileira”. Em cena, produtores de flores e orgânicos ao lado de artistas, ambientalistas e pensadores proporcionam ao público uma programação efervescente repleta de poesia, gastronomia, música e conhecimento, sempre com um ponto em comum: o amor à natureza.

Durante o dia soltura de pássaros, cardápio de trilhas botânicas, oficinas de chás, aproveitamento total de alimentos, mostras de flores e orgânicos, culinária de flor, exposições de fotografias, aquarelas e gravuras históricas, atividades para crianças: um mundo de delicadezas naturais. À tarde painéis de conhecimento: Lenine fala sobre orquídeas, Bia Bedran e Cássia Kis conversam sobre árvores de flor, o arquiteto Chicô Gouveia e a designer Heloísa Crocco trazem luz sobre a natureza nos objetos do cotidiano, a paisagista Maritza Orleans e Bragança fala dos labirintos na história, a pesquisadora Sandra Epstein e Rodney Albuquerque mostram alternativas fantásticas, os historiadores Cau Barata e Cláudia Gaspar contam tudo sobre o reflorestamento na história brasileira.

À noite a atriz Carol Castro e Zezé Motta leem textos de José de Anchieta, Elizabeth Bishop e Bernardo Vilhena sobre nossa floresta, além de sua música. Nei Lopes historiador, escritor, e sambista aporta com seu delicioso espetáculo de poesia e música: Poétnica, Lucinha Araújo lê Cazuza (ambos nascidos em Vassouras) ao lado de Cristina Braga e Ricardo Medeiros.

Para fechar o dia, jantares especiais: Marcus Breda, ator, cozinha e recita Caio Fernando Abreu; Patrícia Melodi canta bossa nova e comanda pratos de flores; Vico Crocco, chef, põe os 5 biomas brasileiros à mesa ao lado de Ed Motta harmonizando música e natureza; e a chef Teresa Corção convida cozinheiras de fazendas históricas para colocarem a Floresta Atlântica em aromas e sabores.

FLOR Atlântica, Festa Livre Ornamental do Rio foi idealizada pela musicista Cristina Braga que também assina a direção geral e artística, e cita Confúcio para definir sua ideia: “Me perguntas por que compro arroz e flores? Compro arroz para viver, e flores para ter por que viver”.

Mais informações em: www.floratlantica.com

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO
Comentário

0 COMENTÁRIO(S)