REDES SOCIAIS

Blog

11.03 0
COMENTÁRIO(S)

Linha do tempo: Lenine.doc – Trilhas

leninedoctrilhas

Por ocasião do lançamento de Lenine.doc – Trilhas (2010), ele mesmo decidiu escrever sobre o disco. Conheça o texto e a história de suas canções:

LENINE.DOC – TRILHAS

1- Aquilo que dá no Coração
Aquilo Que Dá No Coração foi um pedido, não o primeiro e nem o último, assim o espero, de minha grande amiga Denise Sarraceni. Recebi o convite e uma mega sinopse para entender a alma da novela. De cara mergulhei na trama do Silvio de Abreu e me apaixonei. Foi tudo muito rápido, desde a criação, arranjo (com a participação do grande Serginho Trombone no arranjo de metais), gravação, mixagem e masterização até a canção surgir como abertura da novela Passione (2010). Assim é na televisão, uma urgência galopante…

2- De Sabugo a Visconde
De Sabugo A Visconde figura na retomada do grande sucesso infantil Sito do Pica- pau Amarelo de Monteiro Lobato. O projeto e o pedido foram do genial Roberto Talma, outro que ao longo dos anos foi e é amigo, irmão e cúmplice. Lançado num especial de fim de ano em 2008. Eu que havia sido formado viajando no universo Lobateano, pude mergulhar e participar dessa reafirmação deste grande escritor brasileiro, e de quebra ainda poder viver o Visconde de Sabugosa. Valeu Talma!

 3- Quatro Horizontes
Quatro Horizontes, eu e Pedro Luis compomos e gravamos para o filme Diabo A Quatro da Alice De Andrade, lançado em 2004. O filme, ambientado numa Copacabana anticartão postal, mostra com humor e fantasia uma delirante comédia social. O acompanhamento luxuoso da Parede foi fundamental, como sempre!

 4- Agora é que são elas
Agora É Que São Elas que têm o mesmo nome do título da novela foi um pedido de outro amigo e cúmplice: Jorge Fernando. O Jorge é outro parceiro querido, ele e o Guel Arraes foram responsáveis por uma renovação na dramaturgia da TV brasileira, e pra minha sorte estivemos juntos em muitos projetos… O ano era 2003 e a canção foi tema de um personagem maravilhoso de Vera Fischer.

5- Minha cidade
Minha Cidade – Menina Dos Olhos Do Mar foi feita para comemorar os 20 anos da Globo Nordeste, é um hino a cidade do Recife. Esta canção gerou um clipe comemorativo, onde tivemos a participação de muitos expoentes da musica pernambucana. Estão presentes desde Capiba e Nelson Ferreira, passando por Alceu, Geraldo Azevedo, até as gerações mais novas como Nação Zumbi, Otto, Lirinha,… O Rap final é o Zé Brown quem manda.

 6- A mula sem cabeça
A Mula Sem Cabeça foi uma canção feita para o projeto infantil intitulado Lendas Brasileiras. Este projeto, que foca toda uma gama de personagens do imaginário brasileiro, saiu em CD e DVD, com participações de muitos nomes de nossa musica. Milton, Alceu, Moraes, Melodia,…

 7- Não Faz Mal A Ninguém
Foi outro pedido do Jorge Fernando. A novela em questão era Sete Pecados (2007). O pedido foi de uma canção que não fosse tema central de nenhum personagem específico. A idéia era fazer uma canção-sinopse que pudesse ser usada em momentos e personagens diferentes, com o foco no tema central da trama, os sete pecados capitais…

 8- Como é bom a gente amar
Como É Bom A Gente Amar foi produzida para o longa A Pessoa É Para O Que Nasce de Roberto Berliner (2005), que conta a saga das três ceguinhas emboladoras de coco de Campina Grande. É registro importante e fundamental, e de todas as faixas que compõem este CD é a única que não é de minha autoria, mas pela importância do documento me aproprio dela sem culpa…

 9- Mero Detalhe
Composta para a trilha da novela As Filhas Da Mãe, em 2001. Dirigida por Jorge Fernando, (olha o Jorginho de novo…) e escrita pelo Silvio de Abreu, tinha um subtítulo maravilhoso “A Incrível Batalha das Filhas da Mãe Nos Jardins do Éden” o que a classificava como um “cordel-sulista-paulistano”. Tava no quintal de casa, né?

10- Sob O Mesmo Céu
Composta por ocasião do Ano do Brasil na França, em 2005. Não é novidade pra ninguém o carinho que nutro por este país que tão bem tem me recebido ao longo destes anos todos. Receber o convite do ministério da cultura francês para compor o tema, foi motivo de orgulho e prazer.

11- A terra dos meninos pelados
Diversidade que compôs a trilha do especial de fim de ano A Terra dos Meninos Pelados, foi outra parceria com a Denise Sarraceni. Este musical infantil, originalmente escrito por Graciliano Ramos foi ao ar em 2003, e ainda tive o prazer de fazer uma ponta no especial, cantando a canção. Valeu Denise!

 12- Violenta
Violenta é uma das canções que compõem a trilha sonora do espetáculo “Breu” do grupo Corpo. Tenho um carinho especial por este trabalho. Não só por ter sido minha primeira trilha feita para dança, com toda a liberdade que os Pederneiras nos deram para criar, mas também pela possibilidade de ver tridimensionalmente a musica que faço.
Inesquecível ver todos aqueles corpos reproduzindo o relevo sonoro da trilha. MTB Musica Tridimensional Brasileira!

13- Alpinista Social
Início de tudo, e por isso mesmo está aqui como uma faixa bônus. Composta e Gravada em 1990, para a novela Lua Cheia De Amor, uma maravilhosa coincidência, a canção era para um personagem interpretada pela também pernambucana Arlete Sales. Jamais saiu em CD, até porque na época ainda vivíamos a era do vinil. Cabe aqui reconhecer o tremendo espaço que a televisão sempre deu a nós compositores.

Valeu Mariozinho!

DEIXE SEU COMENTÁRIO
Comentário

0 COMENTÁRIO(S)