Lampiões carregados
Porta estandarte, o rei e a rainha
Os tambores quando batem
Acorda o povo da Vila Maria
Os cordões que invadem
Os carnavais cheios de alegria

Vou dançar no pátio
Até o dia raiar
Meu maracatu
Vivendo sempre a lembrar
Morros, alagados
O interior do lugar

(Zé Rocha e Erasto Vasconcellos)
Lenine – voz, violão, bombo e agogô
Marcio Brandão – Piano Yamaha
Paulinho Muylaert – Guitarra Com Over Drive E Chorus
Caxa Aragão – Guitarra Sint.Rolland
Marcelo Bernardes – Sax Soprano
Fabio Girão – Baixo
Cláudio Wilner – Bateria
Durval – Agogô
Flavio Queiroga – Caixa, Bombo E Agogô
Coro – Gente De Baque Solto (Tadeu Mathias, Bráulio Tavares, Ivan Santos, Fuba, Romero Cavalcanti, Alex Madureira, Alberto Rosenblit, Fabio Girão, Paulinho Muylaert, Claudio Wilner, Márcio Brandão, Flávio Queiroga, Maucha, Paulo Pauleira, Verônica Sabino, Márcia Ruiz, Paula Martins, Dalmo Medeiros, Ronald Valle, Elza Maria, Lourenço Baeta, Xico Chaves, Anna Barroso, Juca Filho, Tetê, Tânia Ferreira, Vânia, Lenize, Sandra, Marisa Alfaia, Julio Ludermir, Mônica B., Nize E Nando, Kátia, Emília, Andréa, Afonso, Roberto Guedes, Michel, Monique, Marina Glech, Adriana, Mara B., Hélio Viana, Mônica, Bia, Janjão, Minga, Dunga, Marcos Amma, Fernanda, Isabel, Márcia Prattes, João Mario, Norma, Maysa, Marquinhos, Isabel, Lenine, Lula Queiroga + Céu Da Boca)

Direção musical: Lenine e Lula Queiroga
Direção de estúdio: Luiz Roberto
Direção de Produção: João Mário Linhares
Direção Artística: João Augusto (Deck Produções)
Arranjo: Lenine, Lula Queiroga e Banda
Assistentes de produção: Maria Helena e Paulinho Fructuoso
Participações especiais: Tadeu Mathias, Alex Madureira, Durval, Flávio Queiroga e Gente Baque Solto
Capa e Programação Visual: Romero Cavalcanti
Fotos: Hélio Viana
Arte Final: Jorge Vianna
Técnicos de gravação: João Moreira, Julinho e Luiz Cláudio Coutinho
Mixagem: João Moreira, Luiz Cláudio, Lenine, Lula Queiroga, João Mário
Auxiliares de gravação: João Paulo, Marcos, Manoel
Gravado nos Estúdios BARRA – RJ (PRS – PolyGram Rede de Serviço) – 1983 – Gentilmente cedido pela PolyGram.

Holofotes riscando a treva aberta
Suicídio da luz no breu sem fim
Iluminando tudo ao redor de mim
Tenho o riso febril de quem se oferta
Sou pedaço de terra descoberta
Por um navegador que sou eu mesmo
E por mais que a nau viaje a esmo
Em meu peito a rota é sempre certa

Eu sou um girassol e busco a luz
Mas nasci dentro de uma caverna
Com algemas de folhas presa à perna
E horizonte nenhum que me guiasse
Eu pensei que aí tudo acabasse
Quando em mim teu amor fez moradia
Hasteou esse sol que acenderia
O planeta inteiro se precisasse

Eu sou um girassol indignado
E a voz que me rege é a verdade
Minhas pétalas clamam liberdade
Para o meu coração agoniado
Nesse circo de arame farpado

Palhaço de poucas ilusões
Cantando na festa dos leões
Com metade do riso amordaçado

Bastaria vagar pela cidade
Para ver a angústia em cada face
E por mais que os olhos eu fechasse
Sentiria o cheiro da carniça
Que o dedo maior da mão postiça
Semeou pelas praças, pelos becos
Quem chorava já tem os olhos secos
De esperar o fantasma da justiça

Eu não li o epílogo da peça
Mas pressinto no jeito dos atores
O começo do fim desses horrores
A maldade que na razão tropeça
E o ciclo da história já tem pressa
Pra bater o martelo contra a mesa
E gritar voz bem alta a natureza
Pra esse sol exilado que regressa

(Lula Queiroga)
Lula Queiroga – Voz
Alberto Rosenblit – Pianos Rhodes Com Chorus
Fabio Girão – Baixo
Claudio Wilner – Bateria
Paulinho Muylaert – Guitarras Com Over Drive
Caxa Aragão – Guitarra Roland Sintesyer
Marcelo Bernardes – Flautas
Lenine – Vocal

Raoni
Coração
Amazonas

Bate tambor tupi
Cabeça de branco, peão
Rola no chão Guarani

Uadê! Uadê!
Tchucarramãe

Clarão de Fogo
A manhã é vermelha
No céu Xingu

(Zé Rocha)
Lenine – Voz, Violão, Pios E Jarra De Barro
Alex Madureira – Violas
Durval – Efeitos E Tamborim
Claudio Wilner – Efeitos
Flavio Queiroga – Pios E Xequerê

De farda nova, em cima de um caminhão
A banda toca um dobrado de fundo
O clarinete brilhando na minha mão
E o deputado com a boca no mundo

O povo olhando os foguetes
As flores de fogo no céu
Na praça a fileira de luzes
E o chão coberto de papel

As autoridades, no palanque, a gandaia
Louvando o partido da revolução
Os ex-combatentes aplaudem com gosto
E os estudantes respondem na vaia

Um tiro sinistro
Atinge o ministro
E a bala come no centro
A banda debanda e nesse alvoroço eu perdi
Um pente de osso, um cordão de prata de lei
E o meu clarinete
Que eu tanto custei pra comprar

(Lula Queiroga)
Lula Queiroga – Voz E Ovation
Alberto Rosenblit – Piano Yamaha
Fabio Girão – Baixo
Claudio Wilner – Bateria E Percussão
Caxa Aragão – Guitarra E Rolland Sint.
Paulinho Muylaert – Guitarra Com Chorus
Marcelo Bernardes – Sax Soprano E Flauta
Durval – Percussão
Flávio Queiroga – Percussão
Lenine – Vocal

Tem fogueira no arraial
Tem balão rasgando no céu
São joão
Toda gente se anima
P’ra dançar no calor do baião
Treme terra
Vira noite
Rompeu clarão
Mas a quadrilha toda se arma
Cachaça, bacamarte, alegria
E a cavalaria toda se cala
É raça, é movimento, é magia
Milho verde
Olha o pé de moleque
Canjica
Toca um xote
P’ra dançar com maria
Meu amor

(Lenine e Zé Rocha)
Lenine – Voz, Violão E Flechas
Marcio Brandão – Piano Yamaha
Paulinho Muylaert – Guitarra Com Chorus
Caxa Aragão – Guitarra Sint.Rolland
Marcelo Bernardes – Sax Soprano
Fabio Girão – Baixo
Cláudio Wilner – Bateria, Efeitos E Flechas
Durval – Zabumba, Efeitos E Flechas
Flavio Queiroga – Triângulo E Flechas
Lula Queiroga – Flechas

Aonde o sopro do amor

Irá guiar os meus passos?

Aonde que não

Na direção dos teus braços?

 

Aonde pode a canção

Raiar com toda a grandeza

Se não nos olhos de quem

Retém sua beleza?

 

Às vezes, meu sentimento

Toma diversas feições

E a voz desses corações

Vira música e dispersa

Mas eu não posso conter

A correnteza de mim

É tão mais forte

Mais que eu

Indo de encontro a ti

 

E eu não quero mudar o rumo

O rumo da correnteza

Dentro do peito é bom manter

A emoção ilesa

(Lula Queiroga)
Lula Queiroga – Voz
Fabio Girão – Baixo Com Chorus
Claudio Wilner – Bateria
Alberto Rosenblit – Piano Yamaha
Caxa Aragão – Guitarra Rolland Sint.
Paulinho Muylaert – Guitarra
Marcelo Bernardes – Sax Soprano

Suco da fruta proibida

De todas as palavras

Que falam a paixão

Sonho Espada do delírio

Violando o futuro

Roendo a escuridão

Música, a vertigem da alma

Cifrando a esperança

Na força da expressão

Dança, dança no corpo dos amantes

Resgata o quanto antes

O nosso coração

 

Tempo e já não há mais tempo

Que a máquina do tempo

É surda e pontual

Garras e olhos de sensura

Impedem o acesso à porta principal

Êxtase, a selva dos sentidos

As cores dissolvidas

Na grande cor geral

Sede, sede o amor que a gente sente

Reclama urgentemente

Um grande carnaval

(Lula Queiroga)
Lula Queiroga – Voz E Ovation
Marcelo Bernardes – Piano Yamaha
Fabio Girão – Baixo
Claudio Wilner – Bateria
Paulinho Muylaert – Guitarra Com Over Drive
Caxa Aragão – Guitarra Sin. Rolland
Marcelo Bernardes – Sax Soprano
Marcio Brandão – Sinthesyer
Flávio Queiroga – Cincerro
Lenine – Agogô

(Lenine e Pedro Osmar)
Lenine – Voz E Violão
Marcelo Bernardes – Sax Soprano (Solo)
Marcio Brandão – Piano Yamaha
Paulinho Muylaert – Guitarra Com Over Drive
Caxa Aragão – Guitarra Sint. Rolland
Fabio Girão – Baixo
Claudio Wilner – Bateria

Essa alegria é a guia
Estrela guia do carnaval
A nossa tribo abre o diaEssa alegria é a braca
Navega a barca no carnaval
A nossa tribo traz o vento

Essa alegria é o pendão
Nossa esperança no carnaval
Um estandarte na floresta

Balança o maracá
Dança da redenção
Raio da vida a raiar

Fonte a escorrer
Rio de transbordar
Jorro de alma jorrar
Esse ritmo dentro da noite
Quando a música e o pensamento
Forem um só
Forem o sol

Arco, penacho, flecha e tambor
Caboculinhos no carnaval
Traz de Olinda a surpresa

Todas as tribos do país
Vivas num dia de carnaval
Como se a terra ainda fosse nossa

(Lula Queiroga)
Lula Queiroga – Voz, Violão Ovation E Congas
Lenine – Voz
Tadeu Matias – Voz
Alberto Rosenblit – Piano Yamaha
Fabio Girão – Baixo
Claudio Wilner – Bateria
Caxa Aragão – Guitarra Rolland Sint.
Paulinho Muylaert – Guitarra Com Over Drive E Chorus
Márcio Brandão – Sintetizador Crumar
Marcelo Bernardes – Flauta
Alex Madureira – Ovation 12 Cordas
Durval – Percussão
Flávio Queiroga – Percussão
Coro – gente de Baque Solto

Lá vem a barca
Trazendo o povo
P’ra liberdade
Que se conquista

Venceu dragão do mar
Venceu a tempestade
Trouxe pra nossa casa
A força da mocidade

Lá vem a barca…

Pode chover balaço
A noite amanhecer
Marujo não descansa
Enquanto o povo perder

Lá vem a barca…

Saber do mar é isso

Viver grande perigo

Mas nunca se entregar

Sem luta p’ro inimigo

 

Lá vem a barca…

 

Plantar felicidade
Na vida da nação
É coisa de poeta
Navega na contramão

Lá vem a barca…

O mar não tá pra peixe
Que some no vazio
O mundo canta comigo
No mote desse navio

(Pedro Osmar)
Lenine – Voz E Violão
Marcio Brandão – Piano Yamaha
Caxa Aragão – Guitarra Sint. Rolland (Solo)
Paulinho Muylaert – Guitarra Com Over Drive E Chorus
Marcelo Bernardes – Flautas
Fabio Girão – Baixo
Claudio Wilner – Bateria
Coro – Gente De Baque Solto

Ah como ser tanta emoção
Na harmonia do abraço
E ser somente esse abraço
Num continente de afeto
O corpo completo sente
Que repleto não se cabe
É o coração em despejo
É a lágrima em seu trajeto
Que zelosa evita o lábio
Para não salgar o beijo

(Lula Queiroga)
Lula Queiroga – Voz
Alberto Rosenblit – Piano Acústico Yamaha

Vem na viração de longa espera
Vem como se fosse uma aflição
Vem e a alegra prolifera
Vamos no trem
Descarrilhando na rota normal
Todos acenam e acende a emoção
Quase esquecemos na beira dos trilhos
Nosso coração

Quem alimentou-se do silêncio
Tem os olhos cheios de canções
Vem como quem vai vingar o tempo
Vamos no trem
Rasgar o monstro de papel de seda
Varrer as bruxas, diabos e dragões
Reocupando essa grande alameda
Nosso coração

Bota a lenha, atiça a caldeira
Vamos lá
Cada um com a sua paixão
Bota a lenha, atiça a caldeira
Vamos lá
Tá na hora do trem se espalhar
Cada um que tome seu lugar
Que enquanto houver lenha
A festa não vai acabar

(Lula Queiroga e Lenine)
Lenine – Voz, Violão E Percussão
Lula Queiroga – Voz
Marcio Brandão – Piano Yamaha
Marcelo Bernardes – Sax Soprano
Paulinho Muylaert – Guitarra Com Chorus
Fabio Girão – Baixo
Claudio Wilner – Bateria